O resultado desse trabalho pode ser percebido por meio de indicadores que demonstram evoluções relevantes e que se destacam no cenário da indústria química global*:


  • Geração de efluentes: redução de 36% em relação a 2002 (de 1,94m³/t para 1,24m³/t)
  • Geração de resíduos sólidos: redução de 62% em relação a 2002 (de 5,78 kg/t para 2,21kg/t)
  • Consumo de energia: redução de 10% em relação a 2002 (de 11,90 GJ para 10,65 GJ/t)
  • Intensidade de emissões de CO2: redução de 11,6% em relação a 2008 (de 0,73 CO2e**/t para 0,65 CO2e/t)

*De acordo com dados publicados em 2009 pelo ICCA (Conselho Internacional das Associações da Indústria Química) e pela Abiquim (Associação Brasileira das Indústrias Químicas)

**CO2 equivalente